Comitiva do município de Caravelas em visita ao projeto realizado em Mucurici, no Espírito Santo

Menos lixo nas ruas, menos impacto ao meio ambiente, coleta mais organizada, cidade mais limpa, mais oportunidade de emprego e renda, maior compromisso com as futuras gerações e com todo o planeta.

Esse é o projeto que foi apresentado ao Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, no início do mês de fevereiro. Na última sexta-feira, dia 22 de março, a Secretária Municipal de Meio Ambiente, Edinéia França, e o Presidente da Associação Comunitária de Moradores de Ponta de Areia, Ivan Sanches, estiveram na cidade de Mucurici, no norte do Espírito Santo.
Comitiva de Caravelas acompanhando o trabalho realizado no município de Mucurici, no norte capixaba

Os dois foram conhecer de perto o sistema de coleta de resíduos sólidos e a operação da Usina de Triagem de Resíduos Sólidos, administrada pela Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Mucurici (ASMUC).

Para avaliar a experiência com a implantação da coleta seletiva, se encontraram com o Prefeito Osvaldo Fernandes, Ernesto, Gabriel, Reinaldo e Rogério (vereadores); Arthur Crauso e Deivson Aroeira (ex-secretários de meio ambiente) e Thamyris Conrado (Secretária de Meio Ambiente).
De acordo com a Presidente da ASMUC, Mirani dos Santos Pereira, “à princípio, a associação se propõe a ficar responsável pela coleta seletiva de lixo, além do trabalho de conscientização, com palestras públicas e em escolas, afim de conscientizar a população sobre a importância de separar o lixo seco, úmido e orgânico”, afirmou.
Mirani dos Santos Pereira (Presidente da ASMUC) apresentando o projeto de coleta seletiva do lixo ao Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho

A Secretária de Meio Ambiente, Edinéia França, explicou que “a triagem, a separação, e o enfardamento e comercialização favorecem a compostagem de matéria sólida na foma de adubo e na reciclagem do lixo recolhido, com destinação correta no meio ambiente”, explicou.

Para o Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, a ideia é “diminuir o impacto dos resíduos sólidos coletados no município e lançados no meio ambiente, sem os devidos cuidados, situação que nos preocupa e nos motiva a tomar as medidas necessárias e possíveis”, disse.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com