25 anos do Capoeira Liberdade

A comemoração, neste sábado (23), do vigésimo quinto aniversário do Capoeira Liberdade, projeto social idealizado e dirigido por Mestre Alegria, como é mais conhecido Nailton Farias Vieira. Os 25 anos do Capoeira Liberdade são marcados pela prestação de serviço social em Alcobaça, onde está instalada a sede do projeto.

A capoeira é praticada por 6 milhões de brasileiros. No mundo, são 8 milhões de capoeiristas espalhados por mais de 160 países. A roda, com capoeiristas dispostos em círculo, é o palco da luta.

A festa – com o apoio da Prefeitura de Alcobaça, por meio do incentivo do Prefeito Léo Brito – celebrou mais um ano e, desta vez, contou com a presença do Mestre Toni Vargas, vindo do Rio de Janeiro para ministrar curso de capoeira, além da participação de Mestre Regi (de Helvécia, distrito de Nova Viçosa), do Contra-mestre Dão (de Caravelas) e Contra-mestre Grilo.

O projeto de capoeira, idealizado e mantido por Mestre Alegria, já percorreu vários países do mundo nesses 25 anos, levando o projeto social para fora das fronteiras brasileiras, com a oferta de oportunidades aos jovens através da prática esportiva da capoeira. Esse trabalho tem ajudado na orientação sobre os riscos da droga, prostituição e criminalidade.

A HISTÓRIA – Era pra ser um dia simples, como qualquer outro. No entanto, para centenas de crianças e jovens, o dia 23 de março de 1994 passou a fazer parte da história do município de Alcobaça e a ser data comemorada todos os anos por quem já teve contato com a experiência do esporte, através da ACECLA (Associação Esportiva Capoeira Liberdade), fundada por Mestre Alegria e que já rodou o mundo como exemplo de projeto social.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário