Paula Mayumi, aos 18 anos de idade, tinha uma vida toda pela frente.

Estudante de enfermagem, morava com a família na cidade de Itabela, no extremo sul da Bahia, onde o pai trabalha como produtor rural.

À pedido da própria Paula Mayumi, familiares a internaram numa clínica de psicoterapia, localizada em Salvador, para tratamento de depressão.

Mal a família retornou da viagem de volta e receberam a notícia para retornar, nesta sexta-feira, dia 1o de fevereiro.

A jovem havia sido encontrada morta na clínica estava internada há apenas dois
dias.

O corpo foi encontrado com um lençol amarrado ao pescoço e o corpo suspenso. Encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Salvador.

O velório e sepultamento deve ser realizado em Itabela, onde a jovem era muito querida e conhecida.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário