Dez associações comunitárias envolvidas em projetos sociais foram capacitadas numa ação promovidos pela empresa Suzano Papel e Celulose nas comunidades em que está presente na Bahia (Programas de Agricultura, Apicultura e Piscicultura).

A partir desses treinamentos, ministrados em Teixeira de Freitas, serão desenvolvidos planos de ação específicos para cada associação e comunidade, com foco nos pontos prioritários de atuação identificados no diagnóstico. Os treinamentos fazem parte de um Plano de Formação Continuada, iniciado no primeiro semestre de 2018 junto a essas associações locais.

O objetivo da interação é promover a capacitação dos membros das associações, visando à autossustentabilidade das iniciativas. Os principais tópicos abordados nos módulos de formação foram gestão autossuficiente, divisão de competências, definição de cargos e atribuições, oportunidades, forças e fraquezas de uma organização, entre outros. “Capacitar e empoderar essas associações é uma maneira que encontramos de contribuir com o desenvolvimento das comunidades em que estamos presentes por meio da formação continuada, um cuidado que cultivamos diariamente”, afirma Mariana Andreatta, Coordenadora Socioambiental da Suzano.

As capacitações foram ministradas na CEPLAC de Teixeira de Freitas, na Bahia, nos meses de outubro e novembro, e o curso, que foi dividido em dois módulos entre os meses de outubro e novembro, contou com a presença de Presidentes, Tesoureiros e Secretários de 11 Associações de 10 comunidades da região, envolvendo Alcobaça, Caravelas, Mucuri e Nova Viçosa. Além disso, participaram representantes dos Conselhos Comunitários de Bela Vista, São José de Alcobaça, Cruzelândia e Igrejinha. Os representantes de cada entidade receberam os treinamentos e tiveram a oportunidade de trocar experiências entre si.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário