Sustentabilidade ambiental, geração de emprego e renda e muita educação ambiental. Tudo junto no projeto da mandiocultura, mantido com alunos da Escola Municipal do Ensino Fundamental de Pouso Alegre, no município de Alcobaça.

No Centro de Referência em Mandiocultura, os alunos aprendem sobre o uso da manipueira (água de mandioca), como fonte de produção sustentável e como oportunidade para permanecer no campo.

A iniciativa faz parte das ações do programa Novo Mais Educação, através do “Meio ambiente, a escola e seu entorno”, projeto que busca resgatar a importância do jovem e a inserção de seus conhecimentos no campo, como ferramenta para diminuição do êxodo rural.

Cheios de orgulho, professores e familiares veêm com muito bons olhos o interesse das crianças em desenvolver ações de aprendizagem, valorização ao trabalho do campo e o uso da terra para o sustento familiar.

Para a Secretária de Educação de Alcobaça, Anilda França, “esse é um projeto pioneiro de fortalecimento de elo entre a escola e a comunidade, aliando os esforços de vários parceiros com um mesmo objetivo”, argumentou.

Dentre os parceiros deste projeto, estão a Cooperativa do Vale do Itaitinga (CAVI), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Polímata, Parceria Votorantin pela Educação (PVE), Associação de Pouso Alegre e Associação Constelação.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário