O grupo político de Rui Costa está rindo à toda. Cabe até o ditado: ‘fez cabelo e barba’. O petista garantiu a vitória em primeiro turno para continuar no comando do governo do estado, ganhou uma sobrevida para a disputa do presidenciável, Fernando Haddad, e ainda garantiu as duas vagas no Senado para Jaques Wagner e Ângelo Coronel.

De quebra, ainda vai ter ampla maioria entre os deputados estaduais e federais. Quando a presidenta Dilma Rousseff estava prestes à perder o cargo e o ex-presidente Lula estava sendo conduzido para a carceragem em Curitiba, muitos acreditavam ter sido o fim de Rui Costa na Bahia.

Na contramão dos agouros, o governador manteve sua agenda de visita e da entrega de obras e equipamentos de infraestrutura aos municípios baianos. A saúde foi a vitrine do governo petista no estado, inaugurando várias policlínicas. Deu a lógica.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário