A ação é uma resposta a um vídeo, que circulou nas redes sociais mostrando Luiz Carlos Soares Lemos sofrendo um ataque epiléptico, na recepção do Hospital Municipal Santa Amélia, em Posto da Mata.

O fato ocorreu por volta das 09h53, deste domingo (15). As imagens mostram o sofrimento do paciente, sem a interferência de nenhum servidor da unidade médica. Os dois rapazes aparecem no vídeo, carregando ou arrastando o epilético até uma maca no Pronto Socorro da unidade, sem que uma moça – vestida de branco – oferecesse nenhuma ajuda ou atenção.

O vídeo foi gravado pelo Pastor Evangélico, Washington Dally. As imagens duram cerca de três minutos e, nesse tempo, ninguém aparece para socorrer o paciente. Nesta segunda-feira (16), a Secretaria de Saúde de Nova Viçosa determinou a abertura de uma sindicância administrativa para apurar o episódio.

Segundo a Prefeitura de Nova Viçosa, o médico do plantão na unidade hospitalar de Posto da Mata estava numa emergência, acompanhando um paciente em estado grave para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas.

Vanderli Campos de Sá Cruz (47 anos) aparece no vídeo com as mãos no tórax, também teria sido atendida, posteriormente, e medicada, inicialmente, com dipirona, ao se queixar para o médico de dores no corpo, supostamente, por conta de uma virose.

O Secretário Municipal de Saúde de Nova Viçosa, Geraldo Magela, disse que lamenta profundamente o ocorrido e determinou apuração na conduta dos atendentes do hospital. “O trabalho deles não condiz com a nova política de saúde pública implantada no município”, afirmou.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário