Discutir temas relacionados à atenção diferenciada para atender às especificidades e necessidades da assistência integral à saúde dos povos Indígenas da Bahia. Este foi o objetivo da reunião do Comitê Estadual de Saúde Indígena, realizado nesta sexta-feira (15), em Salvador.

O município de Prado foi representando pelo secretário de saúde, Luciano da Mota. Segundo ele, a intenção do evento foi construir uma pauta estratégica de proteção aos índios. “O encontro nos permitiu pensar qual é a proteção voltada para a área da saúde que devemos fazer junto aos povos indígenas. A população indígena não deve ser tratada como um problema, ela é parte da solução de gravíssimos problemas que o Brasil enfrenta. É preciso um atendimento com respeito e de qualidade aos povos Indígenas”, ressaltou.

Na Bahia são aproximadamente 30.000 (trinta mil) indígenas e só no município de Prado são 14 aldeias. O evento reuniu profissionais do Sistema Único de Assistência Social (Suas), gestores, parceiros institucionais, especialistas, organizações e lideranças indígenas.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário