O grito de basta, acompanhado do pedido de ajuda foi feito durante a sessão legislativa realizada nesta terça-feira (15), na Câmara Municipal do Prado.

A presidenta do COMDIMP (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Prado), Priscila Santos, falou sobre a luta contra a violência, ao relatar os fatos de vítimas no município.

Cobrou também o apoio dos vereadores, das autoridades e de toda a sociedade para juntar forças contra um inimigo silencioso, capaz de destruir a autoestima e violentar o psicológico de inúmeras mulheres, lembrando fatos recentes ocorridos em Prado. “Agora foram os compartilhamentos de imagens, amanhã será a exposição dessas mulheres, sua intimidade, as marcas em seus rostos, nos seus corpo e, pior de tudo, são as lembranças que elas vão carregar por toda a vida”, argumentou.

Professora Bruna falando sobre a importância da educação como instrumento de transformação e garantia de direitos

Segundo vereadora, Bruna Giorno Bonfim (mais conhecida como ‘Professora Bruna’ – MDB), é fundamental o papel da educação no processo de proteção aos direitos das mulheres. “A luta desse problema tem de começar dentro de casa, com a participação da família, da igreja e de toda a sociedade. Somente assim, vamos conseguir vencer essa luta”, disse.

De acordo com a parlamentar, Luciana Pires de Oliveira (conhecida como ‘Luciana da Lookgás’ – PSB), o mais importante é o processo de empoderamento das mulheres. “Juntos somos mais fortes e estamos mostrando nos unindo e nos organizando para reivindicar nossos direitos e uma convivência muito mais saudável”, explicou.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário