O motivo da suspensão das aulas, nesta segunda-feira (28), é o mesmo enfrentado por brasileiros em todo o país: os efeitos da paralisação dos caminhoneiros, que está no oitavo dia com centenas de bloqueios nas rodovias.

A Faculdade de Ciências Aplicadas do Extremo Sul da Bahia (FACISA) divulgou nota suspendendo as aulas (veja aqui). O diretor da instituição, Jackson Cordeiro, justificou que tomou a decisão, considerando os transtornos enfrentados por estudantes de outras cidades, que ficariam causariam prejudicados por não conseguirem chegar à faculdade.

A Universidade estadual da Bahia (Uneb) também cancelou as aulas em virtude da paralização. Em várias cidades baianas ou as aulas foram suspensas, ou foram mantidas em apenas meio período, com a liberação dos alunos no intervalo.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário