O deputado federal, Uldurico Júnior, ao que tudo indica, deu um tiro no pé e comprometeu sua reeleição. Se sua intenção era absorver os votos dos candidatos sem mandato, agora terá apenas o seu mandato para o reeleger.

A troca de partido, de estratégia, se tornou um problema. Deixou o Partido Verde (PV) para se filiar, na última sexta-feira (06), ao Partido da Pátria Livre (PPL).

O que ele, nem os cacique do seu novo partido não contavam era com o esvaziamento, assim que foi anunciada sua filiação e o comando no estado.

Ao todo, 17 pré-candidatos ao cargo de deputado estadual, 10 pré-candidatos à deputado federal, candidato à governador e ao senado, além de membros da executiva estadual. Todos se transferiram ao Partido Socialista Democrático Cristão (PSDC), conforme nota publicada na tarde deste sábado (07) e assinada por Marcelo barreto (ex-presidente do PPL na Bahia). Segue nota na integra:

Prezados amigos,

Comunico à todos, que após avaliarmos a decisão da direção nacional do PPL, que sem consultar o nosso coletivo estadual, destituiu o atual presidente , nomeando em seu lugar o Deputado Federal Uldurico Júnior, a esmagadora maioria do nosso grupo político, decidiu não aceitar nem submeter-se a esta posição autoritária e antidemocrática. Os 10 pré candidatos a deputados federais, 17 pré candidatos a deputados estaduais , nosso candidato a governador e ao senado e os membros da nossa direção estadual, decidiram se filiarem ao PSDC, onde agradecemos ao presidente estadual Antônio Albino, por sua calorosa acolhida. Os paulistas precisam lembrar que a independência começou na Bahia, e no nosso hino está escrito ” Com tiranos não combinam, brasileiros corações”.

Saudações
Marcelo Barreto

Fonte: Namidianews

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário