Rairone dos Santos Moura (47 anos) estava sendo procurado pela polícia desde o dia do crime, cometido na madrugada do último domingo (18), no distrito de Boca do Córrego, zona rural do município de Belmonte.

Capturado por populares e amarrado, na tarde desta sexta-feira (23), por muito pouco ele não foi morto em linchamento. Rairone foi colocado dentro de um carro e a população tentou tirá-lo para eles mesmo fazerem justiça com as próprias mãos.

Muitos xingamentos e provocações. Antes de chegar à Delegacia da Polícia Civil de Eunápolis, moradores interceptaram o veículo transportando o acusado, na altura de Santa Maria Eterna, localidade que fica distante cerca de 60 quilômetros de Boca do Córrego – local onde o crime foi cometido. A polícia precisou se deslocar para o local, que fica cerca de 100 do centro de Eunápolis.

O caso revoltou a população baiana. A mãe da criança contou à polícia que já havia sido vítima do agressor. Ela disse ter sido forçada a manter relações sexuais com ele, sob ameaça de morte. Na madrugada do último domingo (18), a mãe conseguiu fugir de uma nova investida dela, carregando sua filha de 09 anos de idade.

A bebê de 04 meses acabou ficando para trás. Rairone teria abusado da criancinha. Exames constataram ferimentos no ânus e na vagina dela. Ela precisou passar por cirurgia e ainda está internada.

Depois de violentada a menininha foi abandonada no meio de uma estrada.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário