Aparecida Teles de Almeida é mais uma mulher morta, vítima da violência dentro de casa. Familiares denunciam que as agressões eram constantes e duraram quase quatro anos.

A violência foi tamanha, que ‘Cida’ – como era conhecida – precisou ser internada no Hospital Municipal de Itamaraju, em estado grave.

Desde a última quarta-feira (17) – dia do crime ela estava sob medicação e o quadro de traumatismo craniano se agravou. ‘Cida’ não resistiu aos ferimentos provocados por espancamento e morreu na manhã desta segunda-feira (22).

Valdeir da Silva foi preso pela polícia, acusado de espancar a própria esposa

O autor da agressão, Valdeir da Silva, o próprio marido da vítima, foi preso no mesmo dia da violência doméstica, praticada em descumprimento de decisão da justiça de permanecer afastado da ex-mulher.

A própria vítima contou aos médicos, assim que chegou ao hospital, que tinha sido agredida pelo ex-marido.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário