Motoristas do transporte alternativo denunciam perseguição

Durante a manifestação realizada na manhã desta terça-feira (19), motoristas do transporte alternativo nas rodovias baianas (do trecho entre as cidades de Prado, Alcobaça e Caravelas) denunciaram perseguição ao trabalho que eles realizam diariamente.

Além da cobrança por melhores condições das rodovias, ainda falaram sobre as constantes autuações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), com aplicação de multas em valores de R$ 3 mil reais.

Mesmo os veículos cadastrados em associação da categoria do transporte alternativo, com medida liminar concedida pela justiça, estariam sendo autuados em ações deflagradas pela AGERBA (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações da Bahia).

A pista foi completamente bloqueada nos dois sentidos, após os manifestantes colocarem paus e pneus, impedindo o acesso de uma longa fila de carros.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário