Morre Frans Krajcberg aos 96 anos

Morreu o artista plástico polonês que escolheu a cidade de Nova Viçosa para viver seus últimos dias. Frans Krajcberg, aos 96 anos, contraiu uma pneumonia e teve infecção generalizada e morreu nesta quarta-feira (15).

Por conta de problemas de saúde, ficou internado por quase um mês num hospital no Rio de Janeiro, onde faleceu. O corpo será cremado nesta quinta-feira (16), no Memorial do Carmo, no Rio. As cinzas serão levadas até o sítio dele, chamado Natura, em Nova Viçosa, no sul da Bahia.

Obra de Frans Krajcberg produzida este ano, conforme divulgou a galerista Marcia Barrozo

O Governador da Bahia, Rui Costa, lamentou a morte do artista e decretou luto de um dia em todo o estado. “Não tenho palavras para definir o que significa a perda do artista plástico Frans Krajcberg para a Bahia e para o mundo”, afirmou o governador em seu perfil oficial no Facebook

Frans Krajcberg em comemoração ao aniversário de 96 anos este ano em Nova Viçosa, no sul da Bahia. Foto: (Bruno Silva do site Radar101)

O prefeito de Nova Viçosa, Manoelzinho da Madeira, decretou luto oficial de três dias. “Nova Viçosa será eternamente grata ao Frans pela projeção proporcionada ao município e, acima de tudo, por seu trabalho como ambientalista e ser humano inigualável”, disse.

A luta de Frans foi pela preservação da natureza

Conhecido principalmente por suas esculturas feitas a partir de troncos e raízes de árvores calcinadas pelos incêndios que derrubam densas áreas verdes para transformá-las em pastos, Krajcberg sempre foi um artista engajado, nascido em Kozienice, na Polônia, em 1921. Na época da segunda guerra, o artista plástico, que era judeu, se viu sozinho no mundo, depois de perder toda a família, nos horrores do Holocausto. A partir de 1948, passou a viver de cidade em cidade, do Rio de Janeiro à Paris, de Ibiza/Itália conhecer uma pequena cidade no sul da Bahia. Uma paixão que o acompanhou até sua morte. Foi em Nova Viçosa onde viveu até seus últimos dias de vida e construiu o sítio Natura.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário