Em Ibirapuã, Rui entrega rodovia, ambulâncias e cadastros rurais

O governador da Bahia, Rui Costa, entregou, nesta quinta-feira (16), a pavimentação de 3 mil metros da BA-693, no município de Ibirapuã. O serviço custou R$ 685 mil e vai proporcionar aos empresários mais segurança para investirem na agroindústria da região.

A recuperação da estrada e a pavimentação de ruas de Ibirapuã fazem parte do programa de investimento na melhoria da infraestrutura e segurança no transporte das pessoas. Para Rui, “o debate na maioria dos estados brasileiros é se vai ou não conseguir pagar o 13º terceiro salário dos funcionários públicos, enquanto o estado segue realizando investimentos em vários segmentos do serviço público, sem comprometer o pagamento das contas”, afirmou.

-- Continua depois da publicidade --Veracel

Rui também autorizou o lançamento do edital de licitação para pavimentar a BR-418 (que liga o distrito de Cândido Mariano até Nova Viçosa) e assinou a ordem de serviço para recuperar a passagem urbana da BA-001, em Caravelas, além de entregar duas ambulâncias, para Itanhém e Ibirapuã, além de 132 certificados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para pequenos proprietários de terras.

Vanílson Souza trabalha em uma usina de álcool em Ibirapuã. Todos os dias ele vai de carro para o trabalho e conta a diferença que a recuperação da estrada faz no seu dia a dia. “Era horrível, o carro quebrava, não tinha suspensão nem alinhamento que dava conta. Agora ficou bom, o transporte facilitou muito”.

E não é somente o agronegócio que se beneficia com a rodovia. O motorista de caminhão, Almirani Carvalho, faz entrega de calçados para todas as lojas do ramo na região. “Antigamente era horrível, a gente pegava estradas alternativas porque essa rodovia, que devia ser asfaltada, era pior que as outras. O carro quebrava, era muito buraco e lama. Agora melhorou cem por cento. As entregas adiantam, o carro não quebra. Tudo é melhor”.

Agropecuária: Em Ibirapuã, Rui ainda visitou a implantação da fábrica de secagem de soro de leite da indústria de laticínios Da Vaca. “Lutz [Viana] foi um empresário e pai de família. E eu percebi o orgulho de ver os filhos tocando o negócio que ele iniciou e que orgulha o povo de Ibirapuã. Nós temos muitas empresas no Brasil, mas é bom quando temos uma que faz com qualidade e conquista mercado em todos os estados brasileiros. Isso estimula e faz com que jovens sigam o exemplo, estimula as pessoas a criarem o próprio negócio, e isso gera emprego e renda”.

Filho do fundador, Lutz Viana Junior ressaltou o apoio do Governo do Estado. “A gente tem uma perspectiva da geração de mais de 100 empregos diretos com a planta em funcionamento. E, dentro da cadeia produtiva, vamos gerar até mais dois mil empregos, porque adquirimos leite dos produtores da região. O nosso negócio depende de infraestrutura, e o Governo do Estado não está decepcionando ninguém, está chegando junto com as demandas que o agronegócio precisa”.

Regularização ambiental: Os 132 cadastros rurais entregues em Ibirapuã atendem à lei federal nº 12.651/12. A inscrição no CAR é obrigatória para todos os imóveis rurais do país. A partir de dezembro de 2017, ela será necessária para a concessão de crédito agrícola pelas instituições financeiras.

“Como a Bahia é o estado que tem o maior número de agricultores familiares no país, o Governo do Estado está investindo R$ 12 milhões, em duas etapas. Nós chegaremos, até dezembro do ano que vem, a 400 mil certificados entregues. O pequeno agricultor poderá entrar na agência bancária e solicitar seu financiamento”, acrescentou Rui. Os secretários de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e da Agricultura, Vitor Bonfim, acompanham o governador em Ibirapuã.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário