Com um garfo de churrasco e uma faca, ambos cravados no tórax. Segundo sua companheira, assim foi encontrado o instrutor de mergulho, Maurício de Oliveira Affonso (40 anos), também conhecido como ‘Miseravão’. A principal suspeita é que ele tenha cometido suicídio.

O caso aconteceu na manhã deste domingo, dia 04, na Barra de Caravelas. ‘Miseravão’ foi encontrado sozinho – ainda consciente – na casa que fica na Rua 06 de setembro.

A mulher contou à polícia que, apesar da faca cravada no abdômen e do garfo no tórax, ele pediu ajuda. Foi socorrido com vida para o Hospital de Caravelas, onde recebeu os primeiros socorros. Devido à gravidade no quadro de saúde, precisou ser transferido para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, onde morreu horas depois de ser submetido à procedimento cirúrgico para retirada da faca e do garfo.

Segundo informações, o instrutor de mergulho enfrentava quadro depressivo, além de consumir maconha, misturada com thinner. A polícia investiga as causas da morte.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com