Entre janeiro e maio foram internados 414 pacientes, numa média de 83 internações/mês. No pronto-socorro foram 6.218 pacientes, média de 1.243 atendimentos/mês. A oferta gratuita de atendimentos ainda contou com a oferta de serviços laboratoriais em radiologia, raio–X e eletrocardiograma.

Segundo Max Almeida, diretor administrativo, o prédio do Hospital São Bernardo de Alcobaça e os equipamentos pertencem à Cáritas Diocesana de Caravelas. A entidade também é responsável pela contratação dos funcionários e pela administração.

Há poucos meses, boa parte da estrutura do hospital passou por melhoramento, graças aos recursos destinados através de emenda parlamentar do deputado federal Jorge Solla. Reequipada a unidade, a Cáritas Diocesana tem trabalhado para implementar e aprimorar a oferta do serviço de cirurgia geral, obstetrícia, cardiologia, ultrassonografia e pediatria, explicou.

À SERVIÇO DOS ALCOBACENSES – A Prefeitura de Alcobaça licitou a compra dos serviços do Hospital São Bernardo. O custo mensal é de R$ 125 mil reais para atendimentos de urgência e emergência. Outro repasse é referente à AIH (Autorização de Internação Hospitalar), no valor de aproximadamente R$ 50 mil reais. Esse dinheiro é destinado à contratação de médicos para plantão, para a compra de medicamentos e pagamento de funcionários e manutenção de todo o hospital.

Além desses repasses, o município está cumprindo com o pagamento mensal de R$ 21.690,00, em parcelas que se estendem até o final deste ano, referente ao parcelamento de R$ 360 mil reais de dívida deixada pela gestão anterior.

Depois de passar por dificuldades financeiras no ano de 2016, conseguimos firmar parceria com a Prefeitura de Alcobaça para restabelecer os atendimentos – em regime de urgência e emergência – e de pronto socorro com retaguarda de internação hospitalar”, Max Almeida.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

- VOCÊ REPÓRTER - Envie fotos, vídeos e informações sobre o que você viu.
Whatsapp (73) 99989-6889 | Email: primeirojornal@hotmail.com