Justiça absolve o pai acusado de matar o filho em Prado

Momento de leitura da sentença que absolveu Jorge Carneiro

O resultado de absolvição foi muito comemorado pela família de Jorge Mendes Carneiro Junior, acusado de matar o filho, com apenas 09 meses, à época do óbito. O corpo de jurados tinha dois homens e cinco mulheres.

Durante o julgamento, realizado nesta quarta-feira, dia 17, o Promotor de Justiça, Dr. Moisés Guarnieri dos Santos, manteve a tese de que o pai agiu motivado pela intenção de matar o próprio filho, desferindo socos na cabeça da criança. A acusação apresentou diversos laudos realizados pela perícia, inclusive, na exumação do corpo do pequeno Pedro Carneiro.

O advogado de defesa, Dr. Gean Prates, sustentou a tese de acidente, provocado pelo descuido dos pais em não prender o filho à cadeirinha.

Além da absolvição, o Presidente do Tribunal do Júri da comarca do Prado, o Juiz de Direito, Dr. Leonardo Coelho, também revogou a prisão preventiva, colocando Jorge Carneiro em liberdade.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário