Parece até aquelas estórias de contos narrados em roda de fogueira e esse caso acabou com o fogo santo de uma jovem que se aproveitou da fragilidade de homem para tirar dinheiro durante vários meses. Ouça o áudio abaixo pra saber o que a acusada tem a falar sobre esse caso, numa entrevista concedida à Rafael Vedra (LiberdadeNews/Sucesso FM)

Maely Lima Costa (20 anos) foi presa em flagrante por crime de estelionato. Conforme confessou, o crime começou a ser praticado cerca de nove meses atrás, quando reencontrou um homem, conhecido da época de frequentar uma mesma igreja. Na ocasião ofereceu um plano de telefonia celular, oportunidade em que o pretendente narrou sua solidão e desejo de relacionamento sério com uma mulher.

Conforme contou à polícia, a acusada viu nele a “galinha dos ovos de ouro” para custear suas despesas. Nesse tempo, enviava fotos de uma loira e se fazia passar por ela. Para tirar dinheiro, dizia que loira precisava comprar remédios. Convencido o homem foi enviando dinheiro e mais dinheiro e chegou a ir em lojas comprar móveis e eletrodomésticos para montar o enxoval com a tal loira, que nunca tinha sequer visto pessoalmente.

O caso inusitado foi parar nas mãos da equipe de delegados e investigadores da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas. Na última quarta-feira (16), Maely Lima Costa (20 anos) imaginava recarregar a conta bancária com o dinheiro de um homem apaixonado e acabou com um par de algemas no braço e indiciada pelo crime de fraude e de estelionato.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário