Foi reapresentada na noite deste sábado, dia 12, a peça teatral Navio Negreiros. O enredo conta a história de um tempo distante, em que negros eram transportados em navios, acorrentados e sob todos os tipos possíveis de tortura.

Caracterização dos artistas da peça teatral Navio Negreiros
Caracterização dos artistas da peça teatral Navio Negreiros

A caracterização dos artistas mostrava neles as marcas do sangue derramado pelos africanos capturados e vendidos como escravos. As chagas provocadas pelos castigos e torturas contrastava com o espírito de luta e de esperança de um dia serem considerados homens livres.

Eujácio Muniz, Diretor Municipal de cultura e diretor de teatro
Eujácio Muniz, Diretor Municipal de cultura e diretor de teatro
-- Continua depois da publicidade --Embasa

A peça dirigida por Eujácio Muniz retrata o sofrimento de um povo que tentava conseguir o direito à liberdade, à vida à dignidade da pessoa humana.

O cenário das ruínas da antiga Delegacia de Polícia do Prado foi o palco perfeito para ambientar os acontecimentos de três séculos atrás. A trilha sonora foi tocada pela maestrina, conhecida como ‘Professora Bibi’.

A prefeita do Prado, Mayra Brito, o empresário, Franco Baldo, o vereador, Paulo Monte, e o turismólogo, Joklébio Coelho, estavam no meio da platéia, ao lado de outros muitos pradenses, acompanhando atentos à cada cena da apresentação teatral.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário