O Plano Municipal de Saneamento Básico de Alcobaça foi assunto de audiência pública, provocada pela Prefeitura Municipal, na noite desta quinta-feira, dia 24.

O texto final do plano foi apresentado e validado, com a participação de representantes do Comitê de Coordenação, Comitê Executivo, representantes dos poderes Executivo, Legislativo, prestadores de serviço e de moradores. – Estudos apontam a situação do município em questões envolvendo água potável, esgoto, lixo e destino das águas nos próximos 20 anos.

Com informações de Márcio Hack, Comunicação da Prefeitura de Alcobaça
audiencia em alcobaca 1

A elaboração do plano reuniu a participação popular, numa parceria entre a Prefeitura de Alcobaça, Instituto Votorantim, Fibria e BNDES.
A discussão de soluções que envolvam a água, lixo e esgoto são temas muito discutidos nos dias atuais. Cálculos da Interação Urbana, indicam que a cidade de Alcobaça sofrerá aumento significativo no número de habitantes nos próximos anos. Por isso, a necessidade de tratar o tema de saneamento e priorizar a execução de esgotamento sanitário e tratamento de lixo.
O plano integra também as comunidades rurais que compõem o município. A expectativa é que o projeto seja concluído em até 8 anos, com a conclusão de todo o esgotamento sanitário.
Aprovado o plano, a cidade de Alcobaça se torna uma das primeiras cidades do Brasil a possuir o Plano Municipal de Saneamento Básico, se habilitando para a implantação do projeto no município.

audiencia em alcobaca 3

Para o prefeito Bernardo Olívio, o Plano é importante ferramenta para melhorar a qualidade de vida da população. “Sabemos que muitas políticas públicas são ignoradas por não trazerem resultados mediatos. Como filho de Alcobaça, quero trabalhar projetos que tragam benefícios de curto, médio e longo prazo e este é um importante pontapé para a implantação de sistema eficiente de esgotamento sanitário e tratamento de água”, destacou.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário