Bolsonaro aceita convite de Biden para participar da Cúpula das Américas

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aceitou nesta quinta-feira, 26,...

Tubarão ‘gigante’ é encontrado morto no litoral da Bahia

Um tubarão de mais de 3,5 metros de comprimento...

Vitória fecha com Rodrigão; jogador se apresenta na sexta

O Vitória acertou, nesta quinta-feira (26), a contratação...

Novo formato de música promete revolucionar mercado da música

Publicado em:

COMPARTILHE ESSE ARTIGO:

novo_mp3Os criadores do MP3 estão trabalhando em um novo formato chamado “MusicDNA”, um tipo de arquivo que seria capaz de rmazenar até 32 gigabytes de informação, como músicas, vídeos, capas e artes de álbuns, entre outros extras para os fãs de música, informou nesta segunda-feira (25) o site da revista “Rolling Stone”, citando a “BBC”.

O desenvolvedor norueguês Dagfinn Bach, que trabalhou no primeiro tocador de MP3 em 1993, e Karlheinz Brandenburg, o inventor do MP3, revelaram os arquivos “Music DNA” durante a conferência de música Midem, em Cannes, na França.

Ainda de acordo com a “Rolling Stone”, até agora, apenas o selo indie Beggars Banquet e a gravadora Tommy Boy Records, ambos do Reino Unido, assinaram para usar o novo formato, que será lançado em beta ainda neste semestre. Se tudo der certo, a versão final do “MusicDNA” deverá ser lançada já no início do segundo semestre.

Ainda segundo a BBC, o “MusicDNA” provavelmente fará concorrência ao iTunes LP, da Apple, que também oferece aos fãs de música material adicional mais elaborado como letras, artes de capas e faixas bônus, por exemplo.

“Nós podemos entregar um arquivo que é extremamente ‘buscável’ e capaz de transportar até 32 GB de informação extra no arquivo em si, além de ser dinamicamente atualizável, para que cada vez que o usuário se conectar, o arquivo será atualizado”, disse Bach.

Como o “Music DNA” é capaz de armazenar uma grande quantidade de informação, cada faixa provavelmente vai custar mais do que o preço cobrado pelo iTunes por faixas mais recentes (US$ 1,29), especulou a reportagem.

“Em vez de um Fusca velho enferrujado estamos fazendo uma Ferrari”, disse Stefan Kohlmeyer, da Bach Technology.


.

O que você achou desse assunto? Deixa aqui seu comentário

Compartilhe esse artigo:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Nokia decide vender a própria sede para levantar dinheiro

  A Nokia anunciou a venda de seu prédio-sede, que fica na cidade de Espoo, na Finlândia,por US$ 222 milhões. A empresa irá continuar...

Apple faz recall mundial do iPod nano com defeito em bateria.

Sobreaquecimento por causa dos riscos de segurança decorrentes de um possível sobreaquecimento da bateria, a Apple está promovendo um recall mundial para modelos iPod...